Segunda-feira da 1ª Semana do Advento I Semana do Saltério

Compartilhar:

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

 

 

Hino

O Verbo eterno do Pai,
da luz do Pai emanado,
nascendo eleva a história,
caída pelo pecado.

 

Nos corações, vosso amor

queime, qual fogo candente.

Ao escutar vosso anúncio,

fuja a mentira da mente.

 

As profundezas dos seres,

Juiz, vireis penetrar

e, castigando o culpado,

o Reino ao justo entregar.

 

Enfim, liberto das culpas,

fruto de nossas malícias,

no céu possamos gozar

vossas eternas delícias.

 

Ó Cristo, Rei piedoso,

a vós e ao Pai toda a glória,

com o Espírito Santo,

eterna honra e vitória.

 

Salmodia

Ant. 1 Por vossa bondade, salvai-me, Senhor!

Salmo 6

O homem aflito pede clemência ao Senhor

Agora sinto-me angustiado... Pai, livra-me desta hora (Jo 12,27).

2 Repreendei-me, Senhor, mas sem ira; *
corrigi-me, mas não com furor!

=3 Piedade de mim: estou enfermo †
e curai o meu corpo doente! *

4
Minha alma está muito abatida!

= Até quando, Senhor, até quando...? †
5 Oh! voltai-vos a mim e poupai-me, *
e salvai-me por vossa bondade!

6
Porque, morto, ninguém vos recorda; *
pode alguém vos louvar no sepulcro?

=7 Esgotei-me de tanto gemer, †
banho o leito em meu pranto de noite, *
minha cama inundei com as lágrimas!

8
Tenho os olhos turvados de mágoa, *
fiquei velho de tanto sofrer!

9 Afastai-vos de mim, malfeitores, *
porque Deus escutou meus soluços!

10 O Senhor escutou meus pedidos; *
o Senhor acolheu minha prece!

11
Apavorem-se os meus inimigos; *
com vergonha, se afastem depressa!

Ant. Por vossa bondade, salvai-me, Senhor!

Ant. 2 O Senhor é o regio do oprimido,
seu abrigo nos momentos de aflição.

Salmo 9 A(9)

Ação de graças pela vitória

De novo há de vir em sua glória para julgar os vivos e os mortos

I

2 Senhor, de coração vos darei graças, *
as vossas maravilhas cantarei!

3
Em vós exultarei de alegria, *
cantarei ao vosso nome, Deus Altíssimo!

4 Voltaram para trás meus inimigos, *
perante a vossa face pereceram;

5
defendestes meu direito e minha causa, *
juiz justo assentado em vosso trono.

6 Repreendestes as nações, e os maus perdestes, *
apagastes o seu nome para sempre.

=7
O inimigo se arruinou eternamente, †
suas cidades foram todas destruídas, *
e a sua lembrança exterminastes.

8 Mas Deus sentou-se para sempre no seu trono, *
preparou o tribunal do julgamento;

9
julga o mundo inteiro com justiça, *
e as nações há de julgar com eqüidade.

10 O Senhor é o refúgio do oprimido, *
seu abrigo nos momentos de aflição.

11
Quem conhece o vosso nome, em vós espera, *
porque nunca abandonais quem vos procura.

Ant. O Senhor é o regio do oprimido,
seu abrigo nos momentos de aflição.

Ant. 3 Anunciarei vossos louvores
junto às portas de Sião.

II

12 Cantai hinos ao Senhor Deus de Sião, *
celebrai seus grandes feitos entre os povos!

13
Pois não esquece o clamor dos infelizes, *
deles se lembra e pede conta do seu sangue.

=14 Tende pena e compaixão de mim, Senhor! †
Vede o mal que os inimigos me fizeram! *
E das portas dos abismos retirai-me,

=15
para que eu possa anunciar vossos louvores †
junto às portas da cidade de Sião, *
e exultar por vosso auxílio e salvação!

16 Os maus caíram no buraco que cavaram, *
nos próprios laços foram presos os seus pés.

17
O Senhor manifestou seu julgamento: *
ficou preso o pecador em seu pecado.

18 Que tombem no abismo os pecadores *
e toda gente que se esquece do Senhor!

19
Mas o pobre não será sempre esquecido, *
nem é a esperança dos humildes.

20 Senhor, erguei-vos, não se ufanem esses homens! *
Perante vós sejam julgados os soberbos!

21
Lançai, Senhor, em cima deles o terror, *
e saibam todos que não passam de mortais!

Ant. Anunciarei vossos louvores
junto às portas de Sião.

V. Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade.

R. E a vossa salvação nos concedei!

 

Primeira leitura

Do Livro do Profeta Isaías             1,21-27; 2,1-5

 

Julgamento e salvação para Sião,

centro de todos os povos

1,21Como se tornou uma meretriz

esta cidade, outrora fiel e justa?

Nela habitava a justiça,

agora moram os assassinos.

22 Tua prata transformou-se em escória,

teu vinho tornou-se aguado;

23teus príncipes são desonestos,

cúmplices de ladrões;

gostam de subornos e vão atrás de gratificações;

não fazem justiça ao órfão,

não chega até eles a causa da viúva.

24 Por isso, diz o Senhor Deus dos exércitos,

o Forte de Israel:

“Ah! tomarei satisfação dos meus adversários,

eu me vingarei dos meus inimigos.

25 Eu voltarei minha mão contra ti,

purificarei ao máximo a tua escória

e te limparei de toda a ganga.

26Farei que teus juízes voltem a ser como eram

e teus conselheiros como os de outrora;

depois disso serás chamada

Cidade da Justiça, Cidade fiel.

27Sião será resgatada com justiça

e os que nela habitam,

pela prática da retidão.

2,1Visão de Isaías, filho de Amós,

sobre Judá e Jerusalém.

2 Acontecerá, nos últimos tempos,

que o monte da casa do Senhor

estará firmemente estabelecido

no ponto mais alto das montanhas

e dominará as colinas.

A ele acorrerão todas as nações,

3para lá irão numerosos povos e dirão:

“Vamos subir ao monte do Senhor,

à casa do Deus de Jacó,

para que ele nos mostre seus caminhos

e nos ensine a cumprir seus preceitos”;

porque de Sião provém a lei

e de Jerusalém, a palavra do Senhor.

4Ele há de julgar as nações

e argüir numerosos povos;

estes transformarão suas espadas em arados

e suas lanças em foices;

não pegarão em armas uns contra os outros

e não mais travarão combate.

5 Vinde, todos da casa de Jacó,

e deixemo-nos guiar pela luz do Senhor.

 

Responsório             Mq 4,2; Jo 4,25

R.Vinde, e subamos ao monte do Senhor
e a casa do Deus de Ja:

*Para que ele nos ensine suas vias,
e sigamos os caminhos do Senhor.

V. O Messias há de vir, chamado Cristo;
quando vier, anuncia todas as coisas.

*Para que ele.

 

Segunda leitura

Das Cartas Pastorais de São Carlos Borromeu, bispo

(Acta Eclesiae Mediolanensis, t. 2, Lugduni, 1683, 916-917)            (Séc. XVI)

 

O tempo do Advento

Caros filhos, eis chegado o tempo tão importante e solene que, conforme diz o Espírito Santo, é o momento favorável, o dia da salvação (cf. 2Cor 6,2), da paz e da reconciliação. É o tempo que outrora os patriarcas e profetas tão ardentemente desejaram com seus anseios e suspiros; o tempo que o justo Simeão finalmente pôde ver cheio de alegria, tempo celebrado sempre com solenidade pela Igreja, e que também deve ser constantemente vivido com fervor, louvando e agradecendo ao Pai eterno pela misericórdia que nos revelou nesse mistério. Em seu imenso amor por nós, pecadores, o Pai enviou seu Filho único a fim de libertar-nos da tirania e do poder do demônio, convidar-nos para o céu, revelar-nos os mistérios do seu reino celeste, mostrar-nos a luz da verdade, ensinar-nos a honestidade dos costumes, comunicar-nos os germes das virtudes, enriquecer-nos com os tesouros da sua graça e, enfim, adotar-nos como seus filhos e herdeiros da vida eterna.

Celebrando cada ano este mistério, a Igreja nos exorta a renovar continuamente a lembrança de tão grande amor de Deus para conosco. Ensina-nos também que a vinda de Cristo não foi proveitosa apenas para os seus contemporâneos, mas que a sua eficácia é comunicada a todos nós se, mediante a fé e os sacramentos, quisermos receber a graça que ele nos prometeu, e orientar nossa vida de acordo com os seus ensinamentos.

A Igreja deseja ainda ardentemente fazer-nos compreender que o Cristo, assim como veio uma só vez a este mundo, revestido da nossa carne, também está disposto a vir de novo, a qualquer momento, para habitar espiritualmente em nossos corações com a profusão de suas graças, se não opusermos resistência.

Por isso, a Igreja, como mãe amantíssima e cheia de zelo pela nossa salvação, nos ensina durante este tempo, com diversas celebrações, com hinos, cânticos e outras palavras do Espírito Santo, como receber convenientemente e de coração agradecido este imenso benefício e a enriquecer-nos com seus frutos, de modo que nos preparemos para a chegada de Cristo nosso Senhor com tanta solicitude como se ele estivesse para vir novamente ao mundo. É com esta diligência e esperança que os patriarcas do Antigo Testamento nos ensinaram, tanto em palavras como em exemplos, a preparar a sua vinda.

 

Responsório             Cf. Jl 2,15; Is 62,11; Jr 4,5

R. Tocai a trombeta em Sião, convocai as nações e os povos,
reuni o meu povo e dizei:

* Eis que vem nosso Deus Salvador!

V.Fazei conhecer este anúncio, que todos o possam ouvir,
falai e gritai com voz forte:

* Eis que vem.

 

Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

  

 

Invitatorio

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Em meio à treva escura,
ressoa clara voz.
Os sonhos maus se afastem,
refulja o Cristo em nós. 

 

Despertem os que dormem
feridos de pecado.
Um novo sol já brilha,
o mal vai ser tirado. 

 

Do céu desce o Cordeiro
Que traz a salvação.
Choremos e imploremos
Das culpas o perdão. 

 

E ao vir julgar o mundo
No dia do terror,
Não puna tantas culpas,
Mas venha com amor. 

 

Ao Pai e ao seu Filho
poder e majestade,
e glória ao Santo Espírito
por toda a eternidade. 


Salmodia

Ant. 1 Eu dirijo a minha prece a vós, Senhor,
e de manhã já me escutais.

Salmo 5,2-10.12-13

Oração da manhã para pedir ajuda

Aqueles que acolherem interiormente a Palavra de Cristo nele exultarão eternamente.

2 Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, *
atendei o meu gemido!

3
Ficai atento ao clamor da minha prece, *
ó meu Rei e meu Senhor!

4 É a vós que eu dirijo a minha prece; *
de manhã já me escutais!

– Desde cedo eu me preparo para vós, *
e permaneço à vossa espera.

5 Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, *
não pode o mau morar convosco;

6
nem os ímpios poderão permanecer *
perante os vossos olhos.

7 Detestais o que pratica a iniquidade *
e destruís o mentiroso.

– Ó Senhor, abominais o sanguinário, *
o perverso e enganador.

8 Eu, porém, por vossa graça generosa, *
posso entrar em vossa casa.

– E, voltado reverente ao vosso templo, *
com respeito vos
adoro.

9 Que me possa conduzir vossa justiça, *
por causa do inimigo!

– À minha frente aplainai vosso caminho, *
e guiai meu caminhar!

10 Não há, nos bios do inimigo, lealdade: *
seu coração trama ciladas;

– sua garganta é um sepulcro escancarado *
e sua língua é lisonjeira.

12 Mas exulte de alegria todo aquele *
que em vós se refugia;

– sob a vossa proteção se regozijem, *
os que amam vosso nome!

13 Porque ao justo abençoais com vosso amor, *
e o protegeis como um escudo!

Ant. Eu dirijo a minha prece a vós, Senhor,
e de manhã já me escutais.

Ant. 2 Nós queremos vos louvar, ó nosso Deus,
e celebrar o vosso nome glorioso.

Cântico 1Cr 29,10-13

Honra e glória, só a Deus

Bendito seja o Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo (Ef 1,3).

=10 Bendito sejais vós, ó Senhor Deus, †
Senhor Deus de Israel, o nosso pai, *
desde sempre e por toda a eternidade!

=11 A Vós pertencem a grandeza e o poder, †
toda a glória, esplendor e majestade, *
pois tudo é vosso: o que há no céu e sobre a terra!

= A vós, Senhor, também pertence a realeza, †
pois sobre a terra, como rei, vos elevais! *

12
Toda glória e riqueza vêm de vós!

= Sois o Senhor e dominais o universo, †
em vossa mão se encontra a força e o poder, *
em vossa mão tudo se afirma e tudo cresce!

=13 Agora, pois, ó nosso Deus, eis-nos aqui! †
e, agradecidos, nós queremos vos louvar *
e celebrar o vosso nome glorioso!

Ant. Nós queremos vos louvar, ó nosso Deus,
e celebrar o vosso nome glorioso.

Ant. 3 Adorai o Senhor no seu templo sagrado.

Salmo 28(29)

A voz poderosa de Deus

Do céu veio uma voz que dizia: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus o meu agrado” (Mt 3,17).

1 Filhos de Deus, tributai ao Senhor, *
tributai-lhe a glória e o poder!

2
Dai-lhe a glória devida ao seu nome; *
adorai-o com santo ornamento!

3 Eis a voz do Senhor sobre as águas, *
sua voz sobre as águas imensas!

=4
Eis a voz do Senhor com poder! †
Eis a voz do Senhor majestosa, *
sua voz no trovão reboando!

5 Eis que a voz do Senhor quebra os cedros, *
o Senhor quebra os cedros do Líbano.

6
Faz o bano saltar qual novilho, *
e o Sarion como um touro selvagem!

=7 Eis que a voz do Senhor lança raios, †
8 a voz de Deus faz tremer o deserto, *
faz tremer o deserto de Cades.

=9 Voz
de Deus que contorce os carvalhos, †
voz de Deus que devasta as florestas! *
No seu templo os fiéis bradam: “Glória!

10 É o Senhor que domina os dilúvios, *
o Senhor reinará para sempre.

11
Que o Senhor fortaleça o seu povo, *
e abençoe com paz o seu povo!

Ant. Adorai o Senhor no seu templo sagrado. 

Leitura breve             Is 2,3
Vamos subir ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que ele nos mostre seus caminhos e nos ensine a cumprir seus preceitos; porque de Sião provém a lei e de Jerusalém, a palavra do Senhor.

Responsório breve
R. Eis que vem vosso Deus Salvador!
* Eis vosso Deus e Senhor! R. Eis que vem.
V. O Senhor vem com a força e poder.
* Eis vosso Deus. Glória ao Pai. R. Eis que vem.

CÂNTICO EVANGÉLICO(
BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant.
Jerusalém, levanta os teus olhos
e contempla o poder do teu Rei:
o Salvador vem quebrar-te as cadeias. 

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos
74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=
76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

Ant. Jerusalém, levanta os teus olhos
e contempla o poder do teu Rei:
o Salvador vem quebrar-te as cadeias.

Preces
Cristo Senhor, Filho de Deus vivo e esplendor da luz eterna, vem iluminar as nossas trevas para podermos contemplar a sua glória. Peçamos-lhe com toda confiança:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Cristo, luz sem ocaso, que vindes como sol nascente iluminar as trevas,
- despertai nossa fé vacilante. R.

Fazei-nos caminhar com segurança ao longo deste dia,
- guiados pela claridade de vossa luz. R.

Dai-nos um coração generoso, humilde e confiante,
- para que todos os homens vejam a razão da nossa esperança. R.

Vinde criar a nova terra prometida,
- para que nela habitem a justiça e a paz. R.

(intenções livres)

Pai nosso.

Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

HINO

Vinde, Espírito de Deus,
com o Filho e com o Pai,
inundai a nossa mente,
nossa vida iluminai.
 

Boca, olhos, mãos,sentidos,
tudo possa irradiar
o amor que em nós pusestes
para aos outros inflamar.
 

A Deus Pai e ao seu Filho
por vós dai-nos conhecer.
Que de ambos procedeis
dai-nos sempre firmes crer. 

 

Salmodia

Ant. Anunciaram os profetas,
que, da Virgem Ma
ria, nasce o Salvador.
 

Salmo 18 B(19 B)

Hino a Deus, Senhor da lei

Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito (Mt 5,48).

8 A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!

– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.
 

9 Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.

– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.
 

10 É puro o temor do Senhor, *
imuvel para sempre.

– Os julgamentos do Senhor são corretos *
e justos igualmente.
 

11 Mais deseveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.

– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.
 

12 E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.

13 Mas quem
pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!
 

14 E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!

– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.
 

15 Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;

– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

– Glória ao Pai...

 

Salmo 7  

Oração do justo caluniado

Eis que o Juiz está às portas (Tg 5,9).  

I

2 Senhor meu Deus, em vós procuro o meu regio: *
vinde salvar-me do inimigo, libertai-me!

=3
Não aconteça que agarrem minha vida †
como um leão que despedaça a sua presa, *
sem que ninguém venha salvar-me e libertar-me!
 

4 Senhor Deus, se algum mal eu pratiquei, *
se manchei as minhas mãos na iniquidade,

5
se acaso fiz o mal a meu amigo, *
eu que poupei quem me oprimia sem razão;
 

=6 que o inimigo me persiga e me alcance, †
que esmague minha vida contra o pó, *
e arraste minha honra pelo chão!

7
Erguei-vos, ó Senhor, em vossa ira; *
levantai-vos contra a fúria do inimigo!
 

– Levantai-vos, defendei-me no juízo, *
porque vós já decretastes a sentença!

=8 Que vos circunde a assembleia das nações; †
tomai vosso lugar acima dela! *

9
O Senhor é o juiz dos povos todos.
 

Julgai-me, Senhor Deus, como eu mereço *
e segundo a inocência que há em mim!

=10
Ponde um fim à iniquidade dos perversos, †
e confirmai o vosso justo, ó Deus-justiça, *
vós que sondais os nossos rins e corações.

– Glória ao Pai...

 

II

11 O Deus vivo é um escudo protetor, *
e salva aqueles que têm reto coração.

12 Deus
é juiz, e ele julga com justiça, *
mas é um Deus que ameaça cada dia.
 

=13 Se para ele o coração não converterem, †
prepara a sua espada e o seu arco, *
e contra eles voltará as suas armas.

14
Setas mortais ele prepara e os alveja, *
e dispara suas flechas como raios.
 

15 Eis que o ímpio concebeu a iniquidade, *
engravidou e deu à luz a falsidade.

16
Um buraco ele cavou e aprofundou, *
mas ele mesmo nessa cova foi cair.
 

17 O mal que fez lhe cairá sobre a cabeça, *
recai sobre seu crânio a violência!

18
Mas eu darei graças a Deus que fez justiça, *
e cantarei salmodiando ao Deus Altíssimo.

– Glória ao Pai... 

Ant. Anunciaram os profetas,
que, da Virgem Maria, nasce o Salvador.

Leitura breve             Is 10,20-21

Acontecerá, naquele dia, que os remanescentes dos filhos de Israel os fugitivos da casa de Jacó, em verdade, dependerão do Senhor, o Santo de Israel.Um resto voltará, o resto de Jacó, para o Deus poderoso.

 

V. As nações respeitarão o vosso nome,

R. E os reis de toda a terra, a vossa glória.

 

Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

 

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo daí saúde,
E paz ao coração.

 

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo amor.

 

Salmodia

 

Ant. Disse o anjo à Virgem:
Maria, alegra-te, ó cheia de graça,
o Senhor é contigo;
és bendita entre todas as mulheres da terra.

 

Salmo 18 B(19 B)

Hino a Deus, Senhor da lei

Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito (Mt 5,48).

8 A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!

– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.
 

9 Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.

– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.
 

10 É puro o temor do Senhor, *
imuvel para sempre.

– Os julgamentos do Senhor são corretos *
e justos igualmente.
 

11 Mais deseveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.

– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.
 

12 E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.

13 Mas quem
pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!
 

14 E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!

– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.
 

15 Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;

– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

– Glória ao Pai...

 

Salmo 7  

Oração do justo caluniado

Eis que o Juiz está às portas (Tg 5,9).  

I

2 Senhor meu Deus, em vós procuro o meu regio: *
vinde salvar-me do inimigo, libertai-me!

=3
Não aconteça que agarrem minha vida †
como um leão que despedaça a sua presa, *
sem que ninguém venha salvar-me e libertar-me!
 

4 Senhor Deus, se algum mal eu pratiquei, *
se manchei as minhas mãos na iniquidade,

5
se acaso fiz o mal a meu amigo, *
eu que poupei quem me oprimia sem razão;
 

=6 que o inimigo me persiga e me alcance, †
que esmague minha vida contra o pó, *
e arraste minha honra pelo chão!

7
Erguei-vos, ó Senhor, em vossa ira; *
levantai-vos contra a fúria do inimigo!
 

– Levantai-vos, defendei-me no juízo, *
porque vós já decretastes a sentença!

=8 Que vos circunde a assembleia das nações; †
tomai vosso lugar acima dela! *

9
O Senhor é o juiz dos povos todos.
 

Julgai-me, Senhor Deus, como eu mereço *
e segundo a inocência que há em mim!

=10
Ponde um fim à iniquidade dos perversos, †
e confirmai o vosso justo, ó Deus-justiça, *
vós que sondais os nossos rins e corações.

– Glória ao Pai...

 

II

11 O Deus vivo é um escudo protetor, *
e salva aqueles que têm reto coração.

12 Deus
é juiz, e ele julga com justiça, *
mas é um Deus que ameaça cada dia.
 

=13 Se para ele o coração não converterem, †
prepara a sua espada e o seu arco, *
e contra eles voltará as suas armas.

14
Setas mortais ele prepara e os alveja, *
e dispara suas flechas como raios.
 

15 Eis que o ímpio concebeu a iniquidade, *
engravidou e deu à luz a falsidade.

16
Um buraco ele cavou e aprofundou, *
mas ele mesmo nessa cova foi cair.
 

17 O mal que fez lhe cairá sobre a cabeça, *
recai sobre seu crânio a violência!

18
Mas eu darei graças a Deus que fez justiça, *
e cantarei salmodiando ao Deus Altíssimo.

– Glória ao Pai... 

Ant. Disse o anjo à Virgem:
Maria, alegra-te, ó cheia de graça,
o Senhor é contigo;
és bendita entre todas as mulheres da terra.

 

Leitura breve             Is 10,24.27
Diz o Senhor Deus dos exércitos: "Não tenhas medo povo meu, que habitas em Sião. Acontecerá naquele dia, que o teu ombro se livrará do peso dele, teu pescoço, do seu jugo".

V. Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos,
pelo amor que demonstrai ao vosso povo!
R. Visitai-me com a vossa salvação!

 

Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
 

Hino

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.
 

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.
 

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Salmodia

Ant. E Maria disse ao anjo:
O que vem significar essa tua saudação?
A minh'alma perturbou-se!
Serei mãe do grande Rei, conservando a virgindade!
 

Salmo 18 B(19 B)

Hino a Deus, Senhor da lei

Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito (Mt 5,48).

8 A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!

– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.
 

9 Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.

– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.
 

10 É puro o temor do Senhor, *
imuvel para sempre.

– Os julgamentos do Senhor são corretos *
e justos igualmente.
 

11 Mais deseveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.

– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.
 

12 E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.

13 Mas quem
pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!
 

14 E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!

– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.
 

15 Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;

– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

– Glória ao Pai...

 

Salmo 7  

Oração do justo caluniado

Eis que o Juiz está às portas (Tg 5,9).

 

I

2 Senhor meu Deus, em vós procuro o meu regio: *
vinde salvar-me do inimigo, libertai-me!

=3
Não aconteça que agarrem minha vida †
como um leão que despedaça a sua presa, *
sem que ninguém venha salvar-me e libertar-me!
 

4 Senhor Deus, se algum mal eu pratiquei, *
se manchei as minhas mãos na iniquidade,

5
se acaso fiz o mal a meu amigo, *
eu que poupei quem me oprimia sem razão;
 

=6 que o inimigo me persiga e me alcance, †
que esmague minha vida contra o pó, *
e arraste minha honra pelo chão!

7
Erguei-vos, ó Senhor, em vossa ira; *
levantai-vos contra a fúria do inimigo!
 

– Levantai-vos, defendei-me no juízo, *
porque vós já decretastes a sentença!

=8 Que vos circunde a assembleia das nações; †
tomai vosso lugar acima dela! *

9
O Senhor é o juiz dos povos todos.
 

Julgai-me, Senhor Deus, como eu mereço *
e segundo a inocência que há em mim!

=10
Ponde um fim à iniquidade dos perversos, †
e confirmai o vosso justo, ó Deus-justiça, *
vós que sondais os nossos rins e corações.

– Glória ao Pai...

 

II

11 O Deus vivo é um escudo protetor, *
e salva aqueles que têm reto coração.

12 Deus
é juiz, e ele julga com justiça, *
mas é um Deus que ameaça cada dia.
 

=13 Se para ele o coração não converterem, †
prepara a sua espada e o seu arco, *
e contra eles voltará as suas armas.

14
Setas mortais ele prepara e os alveja, *
e dispara suas flechas como raios.
 

15 Eis que o ímpio concebeu a iniquidade, *
engravidou e deu à luz a falsidade.

16
Um buraco ele cavou e aprofundou, *
mas ele mesmo nessa cova foi cair.
 

17 O mal que fez lhe cairá sobre a cabeça, *
recai sobre seu crânio a violência!

18
Mas eu darei graças a Deus que fez justiça, *
e cantarei salmodiando ao Deus Altíssimo.

– Glória ao Pai... 

Ant. E Maria disse ao anjo:
O que vem significar essa tua saudação?
A minh'alma perturbou-se!
Serei mãe do grande Rei,conservando a virgindade!
 

Leitura breve                 Cf. Is 13,22–14,1

Está para chegar a sua hora, ela não será adiada. O Senhor terá compaixão de Jacó e Israel será salvo.
 

V. Oh vinde, Senhor, não tardeis mais!

R. Libertai vosso povo do pecado!


Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Eterna luz dos homens,
dos astros Criador,
ouvi as nossas preces,
de todos Redentor.

Ao ver compadecido
do mundo a perdição,
em vosso amor viestes
trazer-lhe a salvação.

Se sombra do pecado
a tudo escurecia,
Esposo, vós saístes
do seio de Maria.

Ao simples ecoar
do vosso nome eterno,
joelhos vão dobrando
o céu, a terra, o inferno.

Um dia voltareis,
Juiz e Rei de tudo.
Oh dai-nos hoje a graça,
na tentação escudo.

Ao Pai e ao Filho glória,
ao Espírito também,
louvor, honra e vitória,
Agora e sempre. Amém

Salmodia

Ant. 1 Os olhos do Senhor se voltam para o pobre.

Salmo 10(11)

Confiança inabalável em Deus

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados (Mt 5,6).

=1 No Senhor encontro abrigo; †
como, então, podeis dizer-me: *
Voa aos montes, passarinho!

2 Eis os ímpios de arcos tensos, *
pondo as flechas sobre as cordas,

– e alvejando em meio à noite *
os de reto coração!

=3 Quando os próprios fundamentos †
do universo se abalaram, *
o que pode ainda o justo?

4 Deus es no templo santo, *
e no céu tem o seu trono;

volta os olhos para o mundo, *
seu olhar penetra os homens.

5 Examina o justo e o ímpio, *
e detesta o que ama o mal.

=6
Sobre os maus fará chover †
fogo, enxofre e vento ardente, *
como parte de seu cálice.

7 Porque justo é nosso Deus, *
o Senhor ama a justiça.

– Quem tem reto coração *
há de ver a sua face.

Ant. Os olhos do Senhor se voltam para o pobre.

Ant. 2 Felizes os de puro coração,
porque eles haverão de ver a Deus.

Salmo 14(15)

Quem é digno aos olhos de Deus?

Vós vos aproximastes do monte Sião e da Cidade do Deus vivo (Hb 12,22).

1 “Senhor, quem mora em vossa casa *
e em vosso Monte santo habitará?

2 É aquele que caminha sem pecado *
e pratica a justiça fielmente;

– que pensa a verdade no seu íntimo *
3
e não solta em calúnias sua língua;

– que em nada prejudica o seu irmão, *
nem cobre de insultos seu vizinho;

4
que não valor algum ao homem ímpio, *
mas honra os que respeitam o Senhor;

– que sustenta o que jurou, mesmo com dano; *
5 não empresta o seu dinheiro com usura,
– nem se deixa subornar contra o inocente. *
Jamais vacilará quem vive assim!

Ant. Felizes os de puro coração,
porque eles haverão de ver a Deus.

Ant. 3 No seu Filho o Pai nos escolheu,
para sermos seus filhos adotivos.

Nos cânticos que se seguem, o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Ef 1,3-10

O plano divino da salvação

3 Bendito e louvado seja Deus, *
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,

– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo *
com bênção espiritual de toda sorte!

 

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai,
que nos abençoastes em Cristo!
)

 

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, *
já bem antes de o mundo ser criado,

– para que fôssemos, perante a sua face, *
sem cula e santos pelo amor.

(R.)

=5 Por livre decisão de sua vontade, †
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, *
a sermos nele os seus filhos adotivos,

6
para o louvor e para a glória de sua graça, *
que em seu Filho bem-amado nos doou.

(R.)

7 É nele que nós temos redenção, *
dos pecados remissão pelo seu sangue.

= Sua graça transbordante e inesgotável †
8 Deus
derrama sobre nós com abundância, *
de saber e inteligência nos dotando.

(R.)

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o misrio de seu plano e sua vontade,

– que propusera em seu querer benevolente, *
10 na plenitude dos tempos realizar:
– o desígnio de, em Cristo, reunir *
todas as coisas: as da terra e as do céu.

(R.)

Ant. No seu Filho o Pai nos escolheu,
para sermos seus filhos adotivos.

Leitura breve                 Fl 3,20b-21
Aguardamos o nosso Salvador, o Senhor, Jesus Cristo. Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante ao seu corpo glorioso, com o poder que tem de sujeitar a si todas as coisas.

Responsório breve


R. A vós, ó Deus, a nossa gratidão:
* Vosso nome está perto. R. A vós, ó Deus.
V. De vós, Senhor, virá a renovação.
* Vosso nome. Glória ao Pai. R. A vós, ó Deus.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. O anjo do Senhor anunciou a Maria.
E ela concebeu do Espírito Santo.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52
 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55
 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O anjo do Senhor anunciou a Maria.
E ela concebeu do Espírito Santo.

Preces
Oremos humildemente ao Senhor que vem para nos salvar; e aclamemos dizendo:

R. Vinde, Senhor, salvar-nos!

Senhor Jesus, Ungido do Pai como salvador de toda a humanidade,
- vinde depressa e salvai-nos. R.

Vós, que viestes a este mundo,
- livrai-nos do pecado do mundo. R.

Vós, que viestes do Pai,
- ensinai-nos o caminho da salvação que conduz ao Pai. R.

Vós, que fostes concebido pelo poder do Espírito Santo,
- renovai os nossos corações, no mesmo Espírito, com a vossa palavra. R.

Vós, que vos encarnastes no seio da Virgem Maria,
- libertai-nos da corrupção da carne.
R.

(intenções livres)

Lembrai-vos, Senhor, de todos os homens,
- que existiram desde o princípio do mundo e esperaram em vós.
R.

Pai nosso.

Oração

Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 


V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)

Hino

Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, possam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Salmodia

Ant. Ó Senhor, sois clemente e fiel,
sois amor, paciência e perdão!

Salmo 85(86)

Oração do pobre nas dificuldades

Bendito seja Deus que nos consola em todas as nossas aflições (2Cor 1,3.4).

1 Inclinai, ó Senhor, vosso ouvido, *
escutai, pois sou pobre e infeliz!

=2
Protegei-me, que sou vosso amigo, †
e salvai vosso servo, meu Deus, *
que espera e confia em vós!

3 Piedade de mim, ó Senhor, *
porque clamo por vós todo o dia!

4
Animai e alegrai vosso servo, *
pois a vós eu elevo a minh’alma.

5 Ó Senhor, vós sois bom e clemente, *
sois perdão para quem vos invoca.

6
Escutai, ó Senhor, minha prece, *
o lamento da minha oração!

7 No meu dia de angústia eu vos chamo, *
porque sei que me haveis de escutar.

8 Não existe entre os deuses nenhum *
que convosco se possa igualar;

– não existe outra obra no mundo *
compavel às vossas, Senhor!

9 As nações que criastes virão *
adorar e louvar vosso nome.

10
Sois tão grande e fazeis maravilhas: *
vós somente sois Deus e Senhor!

11 Ensinai-me os vossos caminhos, *
e na vossa verdade andarei;

– meu coração orientai para vós: *
que respeite, Senhor, vosso nome!

12 Dou-vos graças com toda a minh’alma, *
sem cessar louvarei vosso nome!

13
Vosso amor para mim foi imenso: *
retirai-me do abismo da morte!

=14 Contra mim se levantam soberbos, †
e malvados me querem matar; *
não vos levam em conta, Senhor!

15 Vós, porém, sois clemente e fiel, *
sois amor, paciência e perdão.

=16
Tende pena e olhai para mim! †
Confirmai com vigor vosso servo, *
de vossa serva o filho salvai.

17 Concedei-me um sinal que me prove *
a verdade do vosso amor.

– O inimigo humilhado verá *
que me destes ajuda e consolo.

– Glória ao Pai ...

Ant. Ó Senhor, sois clemente e fiel,
sois amor, paciência e perdão!

Leitura breve         1Ts 5,9-10

Deus nos destinou para alcançarmos a salvação, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Ele morreu por nós, para que, quer vigiando nesta vida, quer adormecidos na morte, alcancemos a vida junto dele.

Responsório breve

R. Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.

Cântico evangélico, ant.



Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai...

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração

Concedei, Senhor, aos nossos corpos um sono restaurador, e fazei germinar para a messe eterna as sementes do Reino, que hoje lançamos com nosso trabalho. Por Cristo, nosso Senhor.  Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Ó Mãe do Redentor, do céu ó porta,
ao povo que caiu, socorre e exorta,
pois busca levantar-se, Virgem pura,
nascendo o Criador da criatura:
tem piedade de nós e ouve, suave,
o anjo te saudando com seu Ave!

Ou:

Ave, Rainha do céu;
ave, dos anjos Senhora;
ave, raiz, ave, porta;
da luz do mundo és aurora.
Exulta, ó Virgem tão bela,
as outras seguem-te após;
nós te saudamos: adeus!
E pede a Cristo por nós!
Virgem Mãe, ó Maria!

Ou:

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia,
vida doçura, esperança nossa, Salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva,
a vós suspiramos gemendo e chorando
neste vale de lágrimas!
Eia, pois, Advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre!
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria.

Ou:

À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus;
não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.